Presidentes dos Diretórios Municipais do Solidariedade em Natal e Mossoró vão sugerir inclusão do nome de Kelps nas pesquisas para o Governo

PRESIDENTES DOS DIRETÓRIOS MUNICIPAIS DO SOLIDARIEDADE EM NATAL E MOSSORÓ VÃO SUGERIR INCLUSÃO DO NOME DE KELPS NAS PESQUISAS PARA O GOVERNO

Os presidentes municipais do partido Solidariedade em Natal e Mossoró, médico Jeancarlo Cavalcante e ex-vereador Soldado Jadson, respectivamente, vão defender, na próxima sexta-feira, 23 de fevereiro, durante reunião da executiva estadual do partido, em Natal, que o nome do deputado Kelps Lima seja incluído nas próximas pesquisas para Governador do Rio Grande do Norte.

Os dois presidentes dos diretórios das duas maiores cidades do Estado já definiram essa estratégia com a pré-candidata ao Senado pelo Solidariedade, Magnólia Figueiredo, que também vai apoiar a inclusão do nome de Kelps nas pesquisas.

“As candidaturas que estão expostas até agora não apresentam o indispensável neste momento no RN: projeto de reconstrução da máquina pública do Estado”, explica o presidente do Solidariedade em Mossoró, Soldado Jadson.

“Os grupos que estão na frente das pesquisas representam os Alves e Maias e a Esquerda histórica. Cada um deles tem um perfil bem definido: os Alves e Maias vão continuar com sua rotina de passar o poder dos pais para os filhos e dos filhos para os netos. E a esquerda não tem uma agenda preocupada com a máquina pública do Rio Grande do Norte. A intenção é fortalecer a reeleição nacional do principal nome do partido de oposição a Temer e voltar ao poder federal.”, contextualiza o presidente do Solidariedade em Natal, Jeancarlo.

“Os dois grupos que polarizam a eleição para o Governo não apresentam propostas que entusiasmem a população comum. E não podemos mais ser geridos por claques. Precisamos de um projeto que reconstrua a máquina do Estado. E, neste momento, quem mais se preocupa com isso é o deputado Kelps, com as demandas que tem defendido na Assembleia Legislativa”, explica a pré-candidata ao Senado, Magnólia Figueiredo.

Leave a Reply