“Os remédios mais rápidos para amenizar a epidemia de desemprego em Natal são o Turismo e a Construção Civil”

Nas rodas de conversa que tem participado sistematicamente em Natal, uma das maiores constatações de Kelps é que a cidade está mergulhada em uma profunda crise do desemprego.

“É quase uma epidemia. Em muitas…muitas mesmo…das casas que visito, encontro um adulto saudável desempregado e à procura de emprego. Neste momento, uma das prioridades da classe política potiguar deve ser criar uma estratégia para criar mecanismos de geração de emprego na capital e, consequentemente, na Grande Natal inteira”.

O Turismo e a Construção Civil são caminhos rápidos cujos resultados podem ajudar a combater este problema de forma mais célere.

Uma das sugestões é a criação de uma política permanente de zeladoria das praias, unindo recursos e ações do Estado e do Governo – incentivando também as empresas que empregam mão de obra da construção civil.

Nossas praias são o nosso maior trunfo de motivação econômica de combate urgente. Mas elas estão maltratadas. Há ratos em Ponta Negra, risco de assaltos na Via Costeira e fragilidades sociais na Praia dos Artistas e Praias do Meio.

Uma grande preocupação de Kelps é que os órgãos públicos tratem do problema de forma moderna, investindo em zeladoria das praias sem criar um cargo comissionado novo sequer, para que o trabalho fique longe do modelo de gerenciamento da política antiga, que se preocupa mais com a ocupação de cargos do que com o resultado na ponta dos serviços que devem ser feitos.

“A crise é grave e precisamos aprender a trabalhar com os recursos que já existem. O Turismo ainda é nosso maior trunfo. Mas se a gente não fizer o dever de casa, vamos perder esse tesouro. Os turistas chegam para ver nossas praias. Elas precisam estar limpas, seguras e atrativas.”, diz Kelps.

E você, o que acha? Mande sua sugestão para criar mais empregos em Natal

Whatsapp: http://bit.ly/falecomKelps

Leave a Reply