Na roda de conversa com Kelps, moradores do Soledade dizem o que precisa melhorar no transporte

Kelps participou de roda de conversas com amigos de Anderson na noite desta terça-feira, 16 de abril, no Soledade, na Zona Norte de Natal.

Perguntou aos moradores qual era, neste momento, o maior problema no bairro.

Preparado para ouvir que seria a saúde precária e a segurança ineficiente, como tem constatado em todos os bairros que visita, ele ficou surpreso quando as pessoas disseram que estão tendo problemas de transporte público.

Apesar do Soledade ter um terminal de ônibus, a realidade é que o transporte apenas circula o bairro, fazendo uma espécie de trajeto-contorno, mas não entra no conjunto.

Por causa disso, há pessoas que precisam andar muito para chegar até uma parada. E o caminho até o ponto de ônibus é “esquisito” para os pedestres, mas uma beleza para os ladrões. Resultado: muitos assaltos no percurso de casa até a parada.

Leave a Reply