Até agora Assembleia já constatou erros erros em 5 dos 18 projetos enviados às carreiras por Robinson

ATÉ AGORA ASSEMBLEIA JÁ CONSTATOU ERROS EM 5 DOS 18 PROJETOS ENVIADOS ÀS CARREIRAS POR ROBINSON

Dos 18 projetos enviados pelo Governo Robinson para serem votados às pressas pela Assembleis Legislativa, 05 já tiveram suas tramitações prejudicadas por causa de erros em suas confecções.

“Tá vendo como a gente não pode votar os projetos de Robinson às pressas, sem leitura ou análise aprofundada”, explica do deputado Kelps Lima, que tem agido contra a velocidade rápida em demasia que a bancada que apoia Robinson na Assembleia Legislativa quer votar as matérias.

Dos 05 projetos errados, dois terão que ser substituídos (venda da Ceasa e extinção da Secretaria de Agricultura porque estão errados); um foi arquivado pelos próprios deputados da bancada do Governo, que sequestrava os duodécimos dos Poderes para pagar funcionários cedidos a outros órgãos; e dois são Projetos de Emendas Constitucionais (PECs) que não poderiam se enviados para tramitação de forma extraordinária, pois Emendas Constitucionais exigem análises aprofundadas e votações especiais no Plenário – não podem ser aprovadas às carreiras.

“A Assembleia não é anexo, puxadinho ou assessoria de governador algum. A Assembleia é um Poder autônomo que deve fiscalizar os Governos e aprovar leis. No momento em que a Assembleia passa a admitir que um governante, seja ele quem for, aja de forma truculenta e desrespeitosa contra a dignidade do parlamento, como se fosse um coronel da política antiga, a gente fere o princípio do equilíbrio entre os Poderes. Eu não sou subserviente a coronel algum e pretendo ler cuidadosamente todos os projetos. Posso até errar, porque sou humano, mas não por subserviência a governo”, esclarece o deputado Kelps Lima.

Leave a Reply